Uncategorized

DENÚNCIA: ALUNOS DA ZONA RURAL DE ALMENARA/MG PASSAM FOME

Os alunos são dispensados até 3 horas antes por falta de comida

Os vereadores Wander Conceição Farias, Ailton Ferreira de Oliveira e Manoel Batista Silva visitaram mais de 8 escolas na Zona Rural de Almenara-MG, no Vale do Jequitinhonha e detectaram um descaso total com os alunos.
Os alunos são dispensados pelas professoras até 3 horas antes das aulas finalizarem por falta da merenda escolar, alguns moradores das próprias comunidades fazem “mutirões” para colocarem merenda nas escolas.
Na Escola Municipal Boa Sorte, no Panela, a situação é ainda pior, o transporte escolar é irregular, o freezer e a geladeira da escola estão sem funcionamento por falta de merenda escolar.
As escolas visitadas foram: Boa Sorte I, Boa Sorte II, Ilma de Jesus, São José do Prata, Comunidade Vila Rica, Florentina Torres, José Maria Morais e Vista Nova na Laranjeira.
Os vereadores encaminharam um ofício ao Ministério Público, Ministério da Educação, Superintendência de Ensino, TCU (Tribunal de Contas da União), Secretária de Educação e Gabinete da Prefeita Municipal de Almenara pedindo que as devidas providências sejam tomadas o mais rápido possível.
Em entrevista ao site Folha dos Vales o Vereador Wander Conceição Farias disse que é uma vergonha as condições atuais nas escolas da Zona Rural, é um descaso com a nossa sociedade, segundo ele a falta de merenda esta patrocinando uma grande evasão de alunos nas escolas municipais, Alguns alunos saem de casa ainda na madrugada e ficam sem comer ate a volta para casa.
A secretária de Educação de Almenara, Udilma Sousa compareceu recentemente em uma reunião ordinária na Câmara Municipal de Almenara onde afirmou não existir falta de merenda escolar na zona rural. Os vereadores foram “fiscalizar” pessoalmente e detectaram visivelmente a falta de merenda escolar em todas comunidades visitadas.
A secretária de Educação Udilma Sousa, apresentou aos vereadores da Câmara Municipal de Almenara uma planilha de compras de alimentos escolar, o contrato esta no valor de R$984.208,00. Para onde está indo a merenda escolar? Ela também apresentou um cardápio recheado de “carnes, sucos, achocolatados e verduras”, os alunos viram o cardápio e afirmaram que a maioria do que foi apresentado não chegam na mesa escolar, alguns chegaram a rir do cardápio.
Com a visita dos Vereadores nas Comunidades, os moradores clamaram não só por merenda escolar, mas por médicos, limpeza e segurança. As estradas estão em péssimas condições de uso.

FONTE: FOLHA DOS VALES

Para o Topo
error: Content is protected !!