Uncategorized

ALMENARENSE É O NOVO REFORÇO DA PORTUGUESA

Gledson quer voos mais altos com a camisa da Portuguesa

GLEDSON – NOVO GOLEIRO DA PORTUGUESA
O mais novo reforço da Portuguesa para a disputa do Campeonato Brasileiro, é o goleiro Gledson, que já mostrou muita seriedade, comprometimento e disposição ao falar pela primeira vez como jogador da Lusa.
– Oportunidade única na carreira de um jogador. Estamos diante de um grande pólo do futebol brasileiro. Quem sabe Deus possa me abençoar para eu conseguir voos mais altos – declarou em entrevista exclusiva, concedida ao LANCENET!

Aos 29 anos, Gledson terá missão de substituir o goleiro Weverton, dono incontestável da camisa 1, mas qu está de malas prontas para o Paraná, onde defenderá o Atlético-PR, já com contrato assinado.

Weverton foi um dos destaques da equipe da Lusa durante a campanha do título da Série B de 2011 e se firmou como o principal líder dentro de campo. Diante disso, o trabalho de substituí-lo será ainda mais complicado.

– Ele (Weverton) é uma pessoa do bem, fez grandes campeonatos com a camisa da Portuguesa. Será uma honra substituí-lo.
Natural de Almenara, cidade com um pouco mais de 38 mil habitantes, de acordo com a contagem do IBGE, localizada em Minas Gerais, Gledson Ribeiro dos Santos acumula em seu currículo passagem por diversos clube brasileiros, como São Bernardo, Paysandu, Oeste, Santa Cruz, Náutico e Boa Esporte.
O novo goleiro será apresentado na próxima quinta-feira, mas já treinou no CT do Parque Ecológico do Tietê com o restante do elenco.

Confira o bate-bola exclusivo com Gledson, feito pela reportagem do LANCENET!

Como você encara esta oportunidade nova na sua carreira em uns dos principais clube de São Paulo?
Sempre tive a vontade de jogar em um time grande de São Paulo. A Portuguesa é um time grande, um time de massa, um time que a torcida cobra, que está sempre chegando. Agora tive oportunidade. Espero agarrar da melhor forma possível para mostrar o profissional que sou. Se eu tiver a oportunidade de jogar, vou tentar desempenhar um bom papel, porque acho que isso é o mais importante.

Como foi o primeiro contato com os novos companheiros?

Alguns jogadores eu já conhecia e joguei contra. É o caso do goleiro Weverton. Joguei contra ele, tive a oportunidade de conhecê-lo, em 2007, quando ele atuava no Remo e eu no Paysandu. Ele é uma pessoa do bem, graças a Deus está abençoado, fez grandes campeonatos com a camisa da Portuguesa. Ainda não sei qual é a definição dele no clube, mas é uma honra trabalhar com ele e com todos companheiros.

Foi uma indicação do Weverton sua contratação pela Portuguesa ou do técnico Geninho?

Trabalhei com o Geninho no Náutico, em 2009. Tive quatro temporadas pelo Náutico e, naquele ano, o Geninho estava lá, foi ele que me pôs pra jogar. Aquele ano, foi o ano do descenso para o Náutico, fui uns dos destaques do time e consegui ficar em quinto lugar, como o melhor goleiro do campeonato, mesmo o Náutico sendo rebaixado para a Segunda Divisão. Foi o Geninho que me indicou.
Rebaixado para Série A2 Paulista deste ano, polêmicas, protestos de torcedores com a administração… Você acompanhou as notícias da Portuguesa nos últimos dias? O que passa pela cabeça sabendo que o clube vive um momento ruim?
É um desafio. Você sabe que a situação do clube não é das melhores, mas sabemos que temos condições para mudar. Claro que estou chegando agora, começando os trabalhos. Sou um atleta que gosto de levar os meus companheiros a um objetivo. A princípio, o meu é ajudar o time a permanecer na Série A do Brasileiro e, no ano quem, retornar à Série A1 do Paulista.

Quais são suas principais características dentro de campo? Se apresente para o torcedor lusitano.

Sou um goleiro muito comunicativo dentro de campo, ágil, rápido e corajoso. Procuro simplificar o máximo possível. Procuro ajudar através de orientações para que não soframos perigo na defesa.
FONTE: O POVO ONLINE
Para o Topo
error: Content is protected !!