Uncategorized

EX-PREFEITO DE JURAMENTO-MG TEM SUA CANDIDATURA IMPUGNADA PELO MP

MP impugna candidatura de ex-prefeito mineiro

EX-PREFEITO TEM CANDIDATURA IMPUGNADA
O ex-prefeito Jânio Lima Borges (PP), de Juramento, no Norte de Minas, foi o primeiro político da região a ter sua candidatura impugnada pelo Ministério Público (MP), com base na Lei da Ficha Limpa. Como ele foi condenado pela Justiça por abuso político, em 2011, acusado de fazer campanha extemporânea no ano de 2004, o MP pediu que fosse negado o registro de sua candidatura. Jânio Borges ainda pode recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG).
Na quinta-feira (12) à tarde, o Ministério Público aprovou o registro da candidatura do ex-prefeito Athos Avelino (PSB) de Montes Claros, e do vereador Cláudio Rodrigues de Jesus como candidato a vice-prefeito, da Coligação “Montes Claros em Boas Mãos”. O promotor Ivam Eleutério Campos explicou que ainda nesta sexta-feira (13) será manifestada a posição sobre as outras cinco candidaturas, mas a decisão final caberá ao juiz eleitoral.
Como a comarca de Montes Claros envolve sete municípios, são mais de 1.000 candidaturas que o Ministério Público precisa manifestar e, por isto, o grupo de promotores formado está fazendo mutirões na parte da tarde para analisar os pedidos de registros de candidaturas.

Irregularidades

O juiz Isaias Caldeira Veloso reprovou a prestação de contas de 11 partidos de Montes Claros, referente ao ano de 2011 e solicitou que a decisão fosse encaminhada à direção nacional de cada partido, pois eles ficarão impedidos de receber os recursos do Fundo Partidário. Foram indeferidas as contas do PV, PRB, PSOL, PDT, PHS, PTN, PMN, PRTB, PRP, PSC e PSL, conforme decisões publicadas na quinta à tarde.
Para o Topo
error: Content is protected !!