Uncategorized

CORPO DE TAXISTA DESAPARECIDO É ENCONTRADO COM UM TIRO NA CABEÇA

Infelizmente morre mais um trabalhador; cadeia para esses marginais

VITOR ALVES ANÍCIO DE 59 ANOS FOI ENCONTRADO MORTO COM UM TIRO NA CABEÇA

O Taxista Vítor Alves Anício de 59, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, às margens da BR MGT 117, próximo ao povoado de Santa Joana, no município de Itamarandiba, nesta sexta feira, dia 16.
Após investigação, as polícias de Peçanha, Coluna e Itamarandiba conseguiram localizar os autores do crime que haviam trocado a placa do carro por outra de Diamantina, além de terem afixado no vidro de trás um adesivo de uma empresa de som automotivo de Itamarandiba. Após a abordagem os autores confessaram o crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e lavaram os policiais até o local onde o corpo estava. O corpo foi encontrado por volta de 6 e meia da noite e após a perícia foi liberado para a família.Os Autores são A.G.V de 16 anos e Valter Ventura de Sousa de 25 anos que já tinha passagem na policia de Carbonita por receptação. Os dois são de Itamarandiba e estão presos em Capelinha.
Amigos do taxista desaparecido postaram na rede social Facebook, na noite dessa sexta-feira uma nota de pesar.

Publicação na rede social

“Infelizmente aconteceu o pior, …. o corpo foi encontrado com tiros e amarrado, uma covardia, agradeço a todos que fizeram uma força tarefa para poder encontra-lo…. descanse em paz”.
Vítor Alves Anício era  casado, tinha quatro filhos, havia voltado a se dedicar ao táxi há três meses. Ele havia abandonado a profissão para trabalhar como eletricista.
Anício fazia uso diário de remédio para o controle da pressão arterial e não tinha levado o medicamento. A família já havia procurado por ele nos hospitais da região e IML, mas não o encontrou.

Entenda o Caso

Havia Desaparecido ontem (15), pela manha na região de São Pedro do Suaçuí o senhor Vitor Alves Anício, 59 anos, taxista.
Ele tinha saído para fazer uma corrida na companhia de dois rapazes aparentando ter menos de 20 anos, com destino possíveis para Guanhães ou Itamarandiba e não tinha retornado nem entrado em contato.
Houve grande mobilização na região nas rádios e na internet, nos principais sites de notícias e redes sociais, na busca de informações do paradeiro do taxista.

FONTE: PORTAL ARANÃS
Para o Topo
error: Content is protected !!