Uncategorized

JULGAMENTO DO CASO BRUNO CUSTARÁ AOS COFRES PÚBLICOS QUASE R$ 70 MIL

Segundo o Tribunal de Justiça, serão gastos R$ 3500 por dia

JULGAMENTO DO GOLEIRO BRUNO CUSTARÁ AOS COFRES PÚBLICOS QUASE R$ 70 MIL

O júri mais esperado do ano fez o Tribunal de Justiça anunciar a construção de um novo fórum em Contagem. O atual, com mais de cinquenta anos, só tem capacidade para cem pessoas assistirem a um julgamento. Por causa da complexidade – quantidade de réus e de testemunhas, o júri do Caso Bruno gera um custo alto com transporte, hospedagem e alimentação.
São 30 testemunhas, sete jurados, cinco réus e pelo menos dez dias de júri popular, tempo em que essas pessoas estarão à disposição da justiça para determinar o que aconteceu com Eliza Samudio.
Durante o julgamento, os jurados ficarão incomunicáveis, sem poder voltar para casa. Para isso, ficarão hospedados em um hotel, farão as refeições no fórum e serão acompanhados por oficiais de justiça. O mesmo acontece com as 30 testemunhas que só poderão voltar para casa depois de prestar depoimento.
Segundo o Tribunal de Justiça, serão gastos R$ 3500 por dia, mas o Jornal da Alterosa fez uma pesquisa de mercado com fornecedores de Contagem para hospedagem, alimentação e transporte dos jurados e testemunhas, e encontrou um valor bem diferente R$ 6.977 por dia. Quase 70 mil para o prazo esperado para acabar o júri. 
Para o Topo
error: Content is protected !!