Uncategorized

CONFIRA AS 5 TECNOLOGIAS SURGIDAS EM 2012 QUE VÃO MUDAR AS NOSSAS VIDAS

Algumas dessas invenções são discretas, outras megalomaníacas

Em 2012 o homem mandou um robô pra passar férias em Marte e saltou de paraquedas da estratosfera. Feitos impressionantes, históricos – ou qualquer outro adjetivo épico que você preferir – mas que, a curto prazo, pouco irão afetar nossas vidinhas aqui na Terra. Veja lista feita pela “Revista Galileu” com as tecnologias lançadas nesse ano que, muito provavelmente, irão deixar nossa vida mais simples, ou só mais divertida, em um futuro próximo.

LiquiGlide

O LiquiGlide é uma superfície que faz com tudo deslize, não deixando que nada fique aderente à ela. Se você está se perguntando qual a função prática disso, a resposta é: ketchup. Ou você nunca travou uma batalha contra a embalagem de plástico que insistia em não liberar a passagem do ketchup (maionese, mostarda…) pro seu x-burguer? Esse é um dos grandes tormentos da Era Moderna. Mas as aplicações podem ir muito além – e não estamos só falando que dá pra usar o LiquiGlide em embalagens de geleia. A asa de um avião coberta por gelo, por exemplo. Se uma camada de LiquiGlide for aplicada à ela, isso não seria mais um problema.
O site do produto diz que ele é feito de “materiais de comida”, sem entrar nos detalhes da composição. Os primeiros testes mostraram que o LiquiGlide dá conta do recado nos seguintes materiais: vidro, plástico, metal e cerâmica. Apesar dessa coisa de tirar todo o ketchup da embalagem soar um pouco banal, se trata de um problema complexo. O desperdício de comida é um dos maiores problemas da atualidade, quase meio milhão de quilos de alimentos vai para o lixo todo ano. Quantas vezes um produto não ficou por eras na sua geladeira porque as sobras da embalagem faziam parecer que o ele estava cheio? Além disso, as embalagens com LiquiGlide supostamente precisam de uma tampa menor que a normal, reduzindo a quantidade de petróleo usado pra esse fim.

Pneu auto-calibrável

(FOTO: DIVULGAÇÃO)


Em setembro desse ano a Goodyear anunciou o lançamento de uma tecnologia que permite que os pneus dos carros se auto-inflem enquanto você dirige. Um sensor percebe que a pressão está mais baixa do que deveria e deixa o ar externo entrar para calibrar o pneu. Como no exemplo anterior, essa inovação esconde mais benefícios do que aparenta.
Primeiro que pneus bem calibrados consomem menos combustível – além de ser bom para o seu bolso, é melhor ainda para o meio ambiente. O número de acidentes também deve diminuir com a novidade. O preço estimado é de 200 dólares cada – número que deve diminuir com o passar tempo.

Google Glass

(FOTO: DIVULGAÇÃO)

É bom a gente se acostumar a ver essa expressão, porque ano que vem ela deve começar a aparecer em bem mais manchetes que esse ano. O Google Glass vem aí.
Ele é, basicamente, um computador embutido em um óculos. O monitor de 1,3 cm (parece pequeno, mas lembre-se que ele vai estar quase colado no seu rosto) é ativado sempre que você olha pra cima e pra direita. E assim, com as mãos livres, você consegue fazer basicamente tudo que a internet permite: tirar e compartilhar fotos e vídeos, se comunicar com seus amigos, ouvir música. O óculos do Google já tem um rival, que, inclusive, deve chegar às lojas antes: em novembro a Vuzix anunciou o lançamento do seu Smart Glasses M100, que irá custar algo em torno de mil dólares e poderá ser comprado a partir de 2013.

Kit da Civilização

(FOTO: DIVULGAÇÃO)


Do ponto de vista conceitual, essa é a novidade mais legal do ano. O americano Marcin Jakubowski correu atrás pra descobrir como construir as coisas que constroem nosso cotidiano. Por exemplo: você não faz uma refeição sem que um trator, em algum lugar do mundo, tenha colhido o arroz do seu prato. Você não dirige um carro sem que uma máquina gigante tenha transformado um monte de metal em um veículo confortável. Pois bem. Ele fez uma profunda pesquisa sobre as 50 máquinas mais importantes para manter o padrão de conforto que temos hoje (e o padrão de sustentabilidade que almejamos) e disponibilizou manuais para que todos possam construí-las da maneira mais barata e simples possível.
Marcin não quer ficar rico com o projeto. Ele poderia vender a ideia por milhões, mas o conceito do Civilization Starter Kit é todo baseado no princípio da cultura livre, na ideia de que uma ideia não tem dono e que sua única razão de existir é o progresso da Humanidade – e não de uma ou outra pessoa ou corporação específica. Todas as instruções podem ser encontradas no (site do projeto) e, conforme as pessoas vão achando maneiras de melhorar os processos, (um material mais barato ou um jeito mais fácil de realizar uma instrução) elas podem alterar o texto inicial.

OraQuicker

(FOTO: REPRODUÇÃO)


Seguindo na mesma pegada do Civilization Starter, o OraQuick aposta na força do faça- você-mesmo. A ideia é que você descubra se tem AIDS em 20 minutos, usando só um aparelhinho um pouco maior que um termômetro. É um teste de HIV portátil. Basta passar um “absorvente de umidade” na gengiva, para que ele absorva um pouco da saliva, colocar em um frasco e dar o start no cronômetro.
Além do procedimento descrito acima, chamado de Fluido Oral, o (site da OraQuick) lista ainda outros 3 métodos: Plasma, Punção Digital e Punção Venosa. O aparelho sai por 40 dólares.

FONTE: REVISTA GALILEU

Para o Topo
error: Content is protected !!