Uncategorized

DESMATAMENTO IRREGULAR DA MATA ATLÂNTICA SERÁ FISCALIZADO NO VALE DO MUCURI

Fiscais e policiais verificam mapas e acertam detalhes da Operação Macaco Muriqui (Foto: Wellington Pedro)

O Governo de Minas iniciou nesta quarta-feira (23/04), a operação de fiscalização de desmatamentos irregulares em áreas de Mata Atlântica na região de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri. De acordo com publicação do Agência Minas, as ações identificarão e punirão pessoas e empreendimentos que suprimem irregularmente vegetação nativa da região e o mau uso dos recursos naturais.
As equipes que integram a Operação Macaco Muriqui percorrerão uma área de cerca de 300 mil hectares em oito municípios: Ladainha, Novo Cruzeiro, Itaipé, Malacacheta, Caraí, Poté, Teófilo Otoni e Catuji. Na região estão localizadas duas unidades de conservação estaduais, a Área de Proteção Ambiental (APA) Alto Mucuri e a Área de Proteção Especial (APE) Todos os Santos.
Cerca de 60 técnicos do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) e integrantes das polícias Civil e Militar participam do trabalho. A operação será realizada até o dia 30 de abril, é coordenada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustentável (Semad) e tem o apoio do Ministério Público Estadual.
O diretor de Fiscalização dos Recursos Florestais e Biodiversidade da Semad, Bruno Zuffo Janducci, explica que a operação investigará áreas de desmatamento indicadas pelo monitoramento por satélite. Os pontos foram indicados pela vigilância realizada pelo Sisema e pela organização não governamental SOS Mata Atlântica, que anualmente divulga dados sobre o desmatamento no bioma. 
“Sabemos que os locais pré-definidos tiveram supressão de mata e cabe aos fiscais identificar se foi autorizada ou não, quais os estágios e tipo de vegetação e, no caso de florestas plantadas, se os limites declarados ao estado estão sendo cumpridos”, afirma Janducci. “Também serão fiscalizado caminhões de carvão, comércio, empresas empacotadoras, bem como serão verificadas empreendimentos embargados em operações anteriores se permanecem com as atividades paralisadas”, completa.
Na região estão situados os três municípios onde ocorrem mais desmatamentos em Minas:  Ladainha, Itaipé e Novo Cruzeiro. Ao mesmo tempo, o Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica dos anos de 2011 e 2012 da SOS Mata Atlântica aponta os municípios localizados na área APA Alta Mucuri como responsáveis por 15% do desmatamento irregular realizado em Minas Gerais.
Para o Topo