Uncategorized

Polícia Civil conclui inquérito e indicia militares por morte de investigador em Malacacheta‏, MG

De acordo com a Polícia Civil, o investigador Vandir foi atingido por seis disparos (Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil concluiu, nesta terça-feira (18), o inquérito que apurava a morte do investigador Vandir Rodrigues Ferreira, de 42 anos, ocorrida em 24 de setembro do ano passado, em Malacacheta, no Vale do Mucuri. 
A investigação apontou como responsáveis dois policiais militares que tinham comparecido ao local para atender a uma ocorrência de perturbação do sossego, feita contra a vítima por um terceiro militar, também indiciado.
O investigador da Polícia Civil foi atingido por seis disparos, sendo indiciados por sua morte os sargentos Sandro Machado Vieira, Arnaldo Camargos Santana e Claudinei Souza de Jesus. O inquérito policial, presidido pelo delegado João Augusto Ferraz de Araújo, apontou que teria sido o próprio sargento Claudinei a pessoa que acionou a PM, alegando estar sendo incomodado pelo volume do som que vinha do carro de Vandir.
Uma das testemunhas ouvidas durante as investigações, no entanto, informou que o som alto que deu origem ao impasse vinha de sua casa e não do carro de Vandir. Na ocasião em que os policiais militares chegaram ao local denunciado, o investigador estava dentro de casa, sem camisa e pronto para dormir, com o carro estacionado em frente ao imóvel e com o som desligado. Na abordagem, no entanto, houve tumulto e, na sequência, os tiros. 
Além do indiciamento por homicídio doloso, duplamente qualificado, os militares foram enquadrados por fraude processual, por alterarem o local do crime, sendo Arnaldo incurso ainda no crime de falsidade ideológica, por inserir informações falsas no auto de resistência e nos Registros de Evento de Defesa Social (REDS).
A investigação comandada pelo delegado João Augusto Ferraz de Araújo, contou com o apoio dos escrivães Elvis e Patrícia, dos investigadores Ricardo, Lucas, Kátia, Fábio Júnior, Paula e Diego, além de policiais civis da comarca de Malacacheta, sendo os trabalhos acompanhados pelo delegado Regional de Teófilo Otoni, Vinícius Sampaio da Costa.

Polícia realizou reconstituição do crime no dia 22 de julho, em Malacacheta (Foto: Cristiano Dias/Inter TV dos Vales)
Para o Topo
error: Content is protected !!