Uncategorized

Ex-PM, preso do regime aberto, saiu para o almoço e não retornou, diz polícia

Cristiano foi demitido da PM através de processo administrativo, em 2015 (Foto: Francisco Couy/IML de Teófilo Otoni)

A Polícia Militar de Minas Gerais anunciou nesta terça-feira (1º) que o ex-cabo da corporação, Cristiano Camargos de Souza, morto no dia 30 de agosto, em um acidente automobilístico, na Av. Alfredo Sá, 5449, no bairro São Cristovão, em Teófilo Otoni (MG), que cumpria pena em regime aberto, na sede do 19º BPM, não havia retornado para a prisão no dia dos fatos.
Conforme processo 0003451-89.2012.9.13.0002, Cristiano Camargos de Souza foi condenado, em junho de 2014, pelo Juiz de Direito Titular da 2ª Auditoria da Justiça Militar Estadual, a 2 anos e 2 meses e 20 dias de reclusão em regime aberto. Na sentença foram estabelecidas a sua permanência no estabelecimento prisional (sede do 19º BPM) de segunda à sábado, das 22h30min às 06:00h, podendo sair aos domingos nos horários das 07h30min às 08h30min (café da manhã), das 12h às 14h e 18h às 20h (refeições), e permanecer na Unidade Prisional inclusive no horário de pernoite (22h30min às 06h).
Ele também foi expulso das fileiras da corporação, através de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), em 03 de junho de 2015. 

Segundo a polícia, todas as providências administrativas foram adotadas.

O acidente

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro de passeio, um Fiat Siena, com placas de Poté (MG), onde estava Cristiano Camargos, teria invadido a contramão de direção e colidido frontalmente contra o caminhão. Com o impacto do acidente, o ex-militar, de 38 anos, natural de Minas Novas e residente no distrito de Valão, ficou gravemente ferido e veio a óbito no local.

Acidente vitimou fatalmente Cristiano Camargos de Souza, que cumpria pena na sede do 19º BPM, em regime aberto (Foto: Victor Couy/TV Leste)
Para o Topo
error: Content is protected !!