Uncategorized

Polícia Civil de Rio Casca esclarece tentativa de latrocínio‏

Alexandre Mendes da Silva (Foto: Divulgação/PCMG)
A investigação da tentativa de latrocínio sofrida por Rafael Matos de Souza, em Rio Casca, na Zona da Mata, levou a Polícia Civil a prender Alexandre Mendes da Silva na cidade de Ceilândia, durante uma ação conjunta com policiais civis do Distrito Federal. De acordo com os levantamentos, o suspeito teria pedido carona para a vítima e, ao chegar à cidade, anunciou o roubo do veículo. Na ocasião, ele desferiu três facadas em Rafael e fugiu com o carro em direção a Belo Horizonte. A vítima foi socorrida e não corre risco de morrer.
Os policiais civis mineiros fizeram diligências nos municípios de Ravena, Santa Luzia, Caeté e Abre Campo, refazendo o trajeto percorrido pelo suspeito. Em continuidade aos trabalhos de campo, foi localizado o endereço da mãe de Alexandre, que informou que ele estaria residindo no Distrito Federal. O suspeito foi preso na cidade de Ceilândia e encaminhado para o Centro de Detenção Provisório da Papuda, sendo recambiado para o Complexo Penitenciário de Ponte Nova, no dia 8 de outubro.
A Polícia Civil continua com as apurações, pois existe a suspeita de que Alexandre tenha cometido outros crimes semelhantes. “Estamos a procura de novas vítimas. Contamos com o apoio da população para que o denunciem, caso o reconheçam como autor de outros roubos”, relata o delegado Diogo Abdo Jorge, que coordenou as investigações.
O inquérito foi concluído com o indiciamento de Alexandre por latrocínio tentado, sendo os autos remetidos à Justiça. Participaram das diligências que culminaram na apuração dos fatos e prisão do suspeito os investigadores Arthur Henrique e Túlio Cota, e a servidora municipal Gabriela Sant’Anna.
Para o Topo
error: Content is protected !!