Uncategorized

Trio de portugueses é preso por suspeita de golpe na compra de veículos de luxo

Polícia Civil de Minas prende portugueses por suspeita de estelionato
Claudio e Maria (Foto: Divulgação/Polícia Civil MG)

Uma denúncia feita aos policiais do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) levou à prisão de um trio de portugueses suspeito de falsificar documentos para comprar caminhonetes de luxo. O golpe era aplicado em Minas Gerais assim como em outros estados. Os suspeitos foram presos em flagrante na última sexta-feira (16), em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, pelo crime de estelionato.

Polícia Civil de Minas prende portugueses por suspeita de estelionato
Fernando Machado (Foto: Divulgação/Polícia Civil MG)

Fernando Jorge da Graça Machado, de 41 anos, que se apresentava com a identidade falsa em nome de Maurício Costa Coimbra, além de Claudio Peixoto do Amaral, de 40, e Maria Peixoto Ângelo, de 35, que ainda não tiveram suas identidades confirmadas, foram presos e reconhecidos pelas vítimas. Um quarto integrante do grupo criminoso, Jorge Fernando Morita, estaria em posse de uma das caminhonetes roubadas e, por isso, está sendo procurado pela polícia.

Polícia Civil de Minas prende portugueses por suspeita de estelionato
Foragido: Fernando Jorge Morita (Foto: Divulgação/PCMG)

Durante ação policial, também foram apreendidos documentos de identidade em nome de várias pessoas, além de um passaporte português, talões de cheque, cartões de banco, máquinas de cartões, faqueiros e alguns contratos.

Segundo o delegado Gustavo Barletta, que recebeu a denúncia, o trio não tinha endereço fixo e vivia do dinheiro obtido por meio dos golpes aplicados. Ainda de acordo com o delegado, outras pessoas podem estar envolvidas no esquema criminoso, com ramificações, inclusive, no exterior.

Esquema criminoso

Uma das vítimas do golpe alegou ter sido lesada em um valor de quase R$ 70 mil. Ela anunciou a venda do seu carro em um site e, diante do contato feito pelos suspeitos, marcou o encontro para negociação do automóvel. Os investigados chegaram a forjar um depósito bancário induzindo a vítima a concluir a transação, sendo que um deles esteve no cartório, utilizando documento falso, para reconhecer firma no recibo do veículo.

O carro é um Nissan Frontier, preto, ano 2010/11, placa HGE 8877. Qualquer informação sobre a localização do automóvel pode ser comunicada à polícia pelo telefone 197 ou pelo Disque Denúncia 181. Investigações apontam que uma outra vítima da quadrilha conseguiu recuperar o carro negociado em razão do preenchimento incorreto dos documentos de venda.

Polícia Civil de Minas prende portugueses por suspeita de estelionato
Durante ação policial, foram apreendidos documentos de identidade em nome de várias pessoas (Foto: Divulgação/PCMG)

Por meio de levantamentos, foram verificadas também diversas ocorrências de golpes conhecidos como “Golpe do Português”, em que os suspeitos, com sotaque português, ofereciam utensílios de cozinha a valores exorbitantes sob a falsa alegação de se tratar de objetos de grife.

A polícia acredita que possam existir outras vítimas do grupo, sendo fundamental àqueles que tenham sido lesados denunciar o crime. As investigações prosseguirão com a 3ª Delegacia de Polícia de Contagem.

Polícia Civil de Minas prende portugueses por suspeita de estelionato
PC apreendeu um passaporte português, talões de cheque, cartões de banco, máquinas de cartões, faqueiros e alguns contratos (Foto: Divulgação/PCMG)
Para o Topo
error: Content is protected !!