Uncategorized

Corpo de mulher em decomposição é encontrado em casa de Sabará, MG

Corpo em decomposição é encontrado em Sabará (MG)
Corpo em estado de decomposição foi encontrado no bairro Nossa Senhora de Fátima (Foto: PCMG/Divulgação)

A investigação sobre o desaparecimento de Elisângela Pereira Cancio, 34 anos, teve um desfecho trágico. Na manhã de sexta-feira (4), policiais civis do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) localizaram o corpo da mulher, que foi enterrada no quintal de uma casa na Rua Araxá, bairro Nossa Senhora de Fátima, em Sabará, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O principal suspeito de cometer o crime é o ex-marido da vítima, Maximiniano de Souza Franco, de 33 anos. Elisângela estava desaparecida desde o dia 27 deste mês.
Ao ter notícia do fato, a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios de Sabará iniciaram as investigações sobre o paradeiro da vítima. Inicialmente, foi levantado que Elisângela foi vista pela última vez em companhia de Maximiniano. Os dois estariam em um bar, quando começaram uma discussão. Eles seguiram então para a casa do investigado, onde, segundo testemunhas, continuaram a discutir. Em determinado momento, não se ouviu mais nenhum barulho no interior da residência. A polícia acredita que, nesse momento, Maximiniano consumou o crime.
Durante diligência a casa do suspeito, a polícia tentou falar com o investigado, mas, ao avistar os policiais, Maximiniano fugiu. No quintal, foi encontrado enterrado o corpo da vítima, já em estado avançado de decomposição. A perícia da Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros foram acionados para fazer a remoção da vítima. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal, onde passará por exames.
O delegado César Matoso, que estava à frente da ação policial, informou que Maximiniano irá responder por homicídio qualificado pelo feminicídio. O investigador Ednei da Silva também participou da investigação e localização do corpo de Elizangela.
Para o Topo
error: Content is protected !!