Uncategorized

Polícia Civil prende suspeitos de atear fogo em delegacia de Santa Luzia, MG

Polícia prende quatro suspeitos de atear fogo em delegacia de Santa Luzia
Sede da delegacia ficou completamente destruída (Polícia Militar/Divulgação)

Equipes de policiais civis das delegacias regionais de Santa Luzia e de Venda Nova e do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) realizaram, na noite de ontem (15), uma operação com o objetivo de identificar e prender os suspeitos de incendiarem a 2ª Delegacia de Santa Luzia, no dia 2 de novembro deste ano. Durante a ação foram presos Matheus Henrique de Araújo Gonçalves, de 19 anos, Kesley Augusto de Souza, de 20, Wanderson Jacques de Oliveira Mendes, de 39 e Vitor Correia Fagundes, também de 39. Também foi apreendido um adolescente de 15 anos. Um suspeito ainda está foragido.

De acordo com as investigações, houve um desentendimento entre os membros da quadrilha durante a partilha das armas e também referente ao pagamento pela venda dos itens roubados. Por volta das 22h desta terça-feira, Matheus e o Kesley foram até a casa do Wanderson, no bairro Morada Nova, em Santa Luzia, com a intenção de sequestrá-lo e depois matá-lo. No momento em que o trio estava dentro do carro em frente à casa do Wanderson, eles foram surpreendidos pela Polícia Militar, que realizou buscas nos ocupantes e no do veiculo, onde foi encontrado um revolver calibre 38 com seis cartuchos. Uma consulta à procedência da arma revelou que a mesma pertencia à 2ª Delegacia de Santa Luzia. Após a prisão desses dos três indivíduos a equipe de policiais conseguiu chegar aos outros dois integrantes da quadrilha. Eles também foram presos em Santa Luzia.

O superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, Wagner Pinto de Souza, esteve na delegacia onde os procedimentos estão sendo realizados e afirmou que a Polícia Civil está realizando todos os esforços para esclarecer os fatos e apurar a possível participação de um policial civil no incêndio da delegacia. “Vamos fazer um efetivo trabalho investigativo e analisar todas as provas para punir os envolvidos”, afirmou.

Em depoimento, os suspeitos confessaram a participação no crime e negaram qualquer participação na invasão ocorrida no fórum e o pátio do Detran da cidade. Os cinco foram autuados por formação de organização criminosa.  Matheus e o Kesley também responderão por sequestro. Eles serão encaminhados ao presídio de Santa Luzia. As investigações continuam, no intuito de localizar mais envolvidos e esclarecer todos os fatos.

Para o Topo
error: Content is protected !!