Uncategorized

Crea-MG faz fiscalização em empreendimentos do agronegócio no Vale do Aço

Empreendimentos do agronegócio serão fiscalizados no Vale do Aço
Crea dá continuidade à ações realizadas no novo modelo de fiscalização do agronegócio na região (Foto: Divulgação)

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) dará continuidade às ações de fiscalização dos empreendimentos do agronegócio nas cidades pertencentes a Regional Vale do Aço do Crea-Minas, com sede em Ipatinga. A ação, que será realizada entre os dias 29 de fevereiro a 04 de março de 2016, vai fiscalizar unidades de produção de carvão vegetal, além de empresas de atividades de apoio à produção florestal. O trabalho será desenvolvido inicialmente nas cidades Coronel Fabriciano, Timóteo, Belo Oriente e Santana do Paraíso.
O fiscal da Regional Nordeste do Crea-Minas, engenheiro eletricista Guilherme de Assis Gonçalves, explica que será fiscalizada a presença do responsável técnico nas operações efetuadas nestas unidades. “As unidades fiscalizadas pertencem a setores econômicos importantes na região. É importante verificar se elas possuem um profissional qualificado e habilitado para monitorar todo o processo produtivo. Isso garante a melhoria da qualidade dos produtos para o consumidor e a utilização sustentável de cada recurso”, comenta Guilherme.
Para o gerente de Fiscalização do Crea-Minas, engenheiro mecânico Guilherme Rodrigues, o objetivo principal das ações de fiscalização é detectar e constatar a regularidade dos empreendimentos. “Tudo está sendo feito de acordo com as novas metodologias de fiscalização do agronegócio, em parceria com os empreendedores rurais. Caso seja constatada alguma irregularidade, o empreendedor é notificado e tem um prazo para que faça as adequações”, informa.
O supervisor de Fiscalização do Agronegócio do Crea-Minas, engenheiro agrônomo Emilio Mouchrek, destaca a relevância do agronegócio para a economia nacional. “É importante que este trabalho seja feito levando em conta as vocações do agronegócio em cada região. Esta ação do Crea-Minas contribui com o aumento da rentabilidade destes empreendimentos, importantes peças na sustentação do PIB nacional, valoriza os profissionais técnicos e defende o interesse das pessoas que contratam seus serviços”, conta Emilio. 
A iniciativa pioneira de fiscalização do agronegócio do Crea-Minas foi lançada em 2015. O modelo se tornou uma área específica na autarquia, com estrutura, análise e acompanhamento especiais.
Para o Topo
error: Content is protected !!