Uncategorized

Falsos fiscais da Zoonoses são presos durante operação em BH

Polícia Civil prende grupo criminoso que agiu em BH usando roupas de agentes da Zoonoses
PC prende grupo criminoso que agiu em BH usando roupas de agentes da Zoonoses (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil realizou, na manhã desta quarta-feira (16), a operação “Todos contra Zika”, que teve como resultado o cumprimento de cinco mandados de prisão temporária dos suspeitos de participação no crime de roubo, ocorrido no dia 29 fevereiro, quando autores utilizavam uniformes de agentes das zoonoses de Belo Horizonte para entrar em uma residência no centro do Barreiro.
De acordo com as investigações, os suspeitos chegaram em dois veículos, em um estacionamento no bairro Barreiro, e de lá, a mulher Ana Luiza Santos Guerra, 24 anos, na companhia de Wemerson de Souza, 34, José Bruno Matos e Rodrigo Latalizza, 28, todos vestidos com roupas de agentes de zoonoses, dirigiram-se à residência alvo do crime, local onde tiveram a entrada franqueada pela moradora.
A vítima, entretanto, suspeitou do número de agentes envolvidos na ação sanitária e ao questionar o grupo foi surpreendida pelo anúncio do roubo. Wemerson trazia consigo uma arma de fogo e ameaçou a mulher, chegando inclusive a entrar em luta corporal com outro morador da casa.
No dia dos fatos, Wemerson foi detido por Guardas Municipais que trabalham ao lado da casa vítima e autuado em flagrante delito. Um veículo e uma arma de fogo, além de uniformes de agente das zoonoses, foram apreendidos no estacionamento. Logo após a prisão de Wemerson, Douglas Sebastião, que estava no veículo dos criminosos, efetuou ligação para a Polícia Militar informando que o veículo utilizado no crime havia sido roubado, entretanto não compareceu à delegacia e não foi encontrado em sua residência.
Segundo a delegada Virginia Bittar, a investigação iniciou-se assim que a Polícia Civil tomou conhecimento da prática do crime. “O fato dos suspeitos aproveitarem do momento delicado no qual epidemia de dengue, zika e chikungunya fragiliza a população e a torna ainda mais vulnerável ao cometimento do delito, o que exigiu uma resposta imediata da Polícia Civil de Minas Gerais”, destacou.
Outros três suspeitos também foram detidos, o dono do veículo utilizado no crime, Jackson Rosa, 36, Douglas Sebastião da Silva, 30, que efetuou ligação para a Polícia Militar no dia do crime, e o motorista do segundo veículo envolvido, Weverton Pereira da Silva, 30, que conduziu a mulher ao local dos fatos.
Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, foram apreendidos 11 pinos de substância semelhante à cocaína, uma bucha de substância semelhante à maconha, relógio importado, aparelhos celulares e outros produtos de procedência duvidosa.

José Bruno Matos não foi encontrado e encontra-se na condição de foragido da Justiça.

Polícia Civil prende grupo criminoso que agiu em BH usando roupas de agentes da Zoonoses
Roupas de agentes da Zoonoses foi achado com suspeitos em Belo Horizonte (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Para o Topo
error: Content is protected !!