Uncategorized

PC indicia dois suspeitos por estupro ocorrido durante congresso em Bom Despacho, MG

Polícia Civil indicia dois pelo estupro coletivo de jovem em Bom Despacho
PC indicia dois pelo estupro (Foto: Álvaro Castro/HD)
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu o inquérito que investigou o caso de estupro de uma jovem, de 19 anos, em um congresso, na cidade de Bom Despacho, no Centro-Oeste do Estado, no dia 4 de junho deste ano.
Dois suspeitos foram indiciados pelo crime de estupro de vulnerável em concurso de pessoa, ou seja, os dois suspeitos podem responder pelo crime, e assédio sexual (Art. 217 do Código Penal combinado com Art. 216).
A vítima registrou a denúncia, no dia 8 de junho, em Belo Horizonte, onde o inquérito foi instaurado, no mesmo dia. A Polícia Civil pediu, na mesma data, a prisão preventiva de dois suspeitos à Justiça.
Durante as investigações, com base no depoimento dos suspeitos, da vítima e de testemunhas, além de outros procedimentos investigativos, ficou evidenciada a participação de dois homens, um de 24 anos e outro de 25, no crime de estupro.
O caso segue em segredo de Justiça, motivo pelo qual os nomes dos indiciados não podem ser divulgados. A Polícia Civil não encontrou indícios de envolvimento de um dos investigados, André de Oliveira Serretti, 25 anos, que não está entre os indiciados nesse caso. O inquérito relatado foi encaminhado nesta segunda-feira, 4 de julho, ao Fórum de Belo Horizonte.
Para o Topo
error: Content is protected !!