Região Metropolitana de Belo Horizonte

Polícia Civil prende médico por corromper pacientes em Conselheiro Lafaiete

Na tarde de sexta-feira (9), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Conselheiro Lafaiete, cumpriu mandado de prisão preventiva de A.R.F., médico da cidade. Ele é suspeito de praticar os crimes de concussão e corrupção passiva.

As acusações chegaram à PCMG por meio de denúncia formalizada por uma das vítimas. Com as investigações, desde fevereiro deste ano, foi apurado que o suspeito cobrava dos pacientes pelas cirurgias e por outros procedimentos, que eram realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Para o delegado Maurício Carrapatoso, um dos responsáveis pelas investigações, o médico atuava de modo a transformar o SUS em um balcão de negócios, explorando as pessoas mais simples, a fim de enriquecer ilicitamente.

Envolvidos
Durante as apurações, foi identificado o envolvimento de um vereador da Câmara Municipal de Capela Nova. Pelos levantamentos, J.G.V. chegou a oferecer certa quantia em dinheiro para que o médico internasse um parente pelo SUS. O vereador foi indiciado por corrupção passiva.

Um médico da cidade de Entre Rios de Minas também foi indiciado pela participação nas ações criminosas de A.R.F., uma vez que encaminhava pacientes para o suspeito e tinha ciência de que eram realizadas cobranças ilícitas.

Buscas
O médico foi preso, sexta-feira (9) à tarde, na residência dele, onde foi encontrada uma arma de fogo, dinheiro e cheques utilizados nos pagamentos pelos pacientes. Além da casa do investigado, também foram realizadas buscas nos veículos e na propriedade rural de A.R.F..

Arma apreendida na casa do suspeito (Foto: Divulgação/PCMG)

Pastel Aceso
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo