Cultura e entretenimento

Circula Minas traz grupo de teatro africano para apresentar em Montes Claros

Companhia Somá Cambá, de Cabo Verde, participa da 17ª Mostra de Teatro de Montes Claros.

Foto: Divulgação/Somá Cambá

Elton Delgado e Péricles Delgado da Silva saíram no início deste mês de Mindelo, na Ilha de São Vicente, em Cabo Verde, para trazer a Minas Gerais um pouco da cultura teatral que irriga a segunda maior cidade do país africano. Ambos pertencem a Cia de Teatro Somá Cambá, que busca por meio da arte jogar luz nos problemas sociais e políticos vividos em sua terra natal.

Fundada em 2010, a companhia participa da 17ª Mostra de Teatro de Montes Claros com o monólogo “Ponto G”, que aborda temas sensíveis ao cotidiano e à história do continente africano, como a escravatura, a violação dos direitos humanos e a censura. A apresentação do grupo cabo-verdiano acontece nesta terça (8) e quarta (9). Esse intercâmbio foi viabilizado pelo edital Circula Minas, programa da Secretaria de Estado de Cultura que promove o diálogo da cultura mineira com o mundo e do mundo com Minas Gerais. As inscrições para a 4ª Seleção do edital estão abertas e podem ser realizadas até o dia 15 de setembro no site: www.cultura.mg.gov.br.

Apresentando-se pela primeira vez no Brasil, o diretor artístico da Somá Cambá, Elton Delgado, vê a participação no evento como uma ótima oportunidade para difundir o teatro cabo-verdiano e entrar em contato com a cultura teatral mineira. “Nós estamos muito felizes por estarmos participando da mostra. Quero agradecer de coração ao governo de Minas Gerias por ter nos concedido a ajuda de custo através do programa do Circula Minas. Sem o edital não seria possível estarmos aqui. Esta é uma oportunidade para partilharmos com os mineiros a arte de Cabo Verde e conhecer o teatro realizado aqui”, pontua Elton.

Responsável pela coordenação da 17ª Mostra de Teatro de Montes Claros e pelo convite à Somá Cambá, Sarney Jamesoli acredita que a participação de artistas estrangeiros fortalece e amplia ainda mais os horizontes do festival. “O apoio do Circula Minas foi fundamental para colocar o público do festival em contato com as artes cênicas produzidas na África. O teatro concebido pela companhia é bastante político e traz questões importantes do nosso tempo. Espero que possamos ampliar a participação de grupos de outros países e fortalecer o intercâmbio cultural”, avalia Jamesoli.

Durante a estadia em terras mineiras, os artistas de Cabo Verde também ministram a oficina “Do Som e movimento”, que aborda as técnicas do teatro performativo voltadas para o espetáculo “Ponto G”. A atividade traça um panorama entre o passado e a contemporaneidade para explicitar os momentos em que esse tipo de expressão artística é incorporada à mise en scène teatral. “O workshop está sendo maravilhoso, com a participação de muitos aprendizes do município. É um momento de partilha entre nós e os participantes. Um aprendizado mútuo”, explica Elton Delgado.

Do som e movimento (Foto: Divulgação/Somá Cambá)

A 17ª Mostra de Teatro de Montes Claros acontece até o dia 10 de agosto e conta com uma programação diversificada, que abarca peças de drama, infantis, stand-up comedy, improvisação teatral e oficinas.

Circula Minas
O edital de apoio a viagens da Secretaria de Estado de Cultura busca promover a difusão e o intercâmbio da cultura mineira em suas diversas áreas, como artes visuais, circo, dança, teatro, literatura, afro-brasileira, LGBT, folclore, entre outras manifestações. Conduzido pela Superintendência de Interiorização e Ação Cultural, o programa fornece ajuda de custo para realização de viagens por municípios de todo o Brasil e dos cinco continentes do mundo.

O programa Circula Minas destina aos contemplados o valor total de R$ 300 mil, repassados a título de ajuda de custo, para uso em despesas com passagens, seguros de viagem, hospedagem, alimentação, entre outras.

Ao longo dos últimos dois anos, período em que o programa passou a ser realizado por meio de edital, foram contempladas propostas das mais variadas manifestações culturais, totalizando 71 projetos contemplados e 179 pessoas beneficiadas. Em 2015 e 2016 os produtores de cultura de Minas Gerais visitaram 25 países e 9 estados brasileiros.

Serviço
Apresentação do espetáculo “Ponto G” da Cia de Teatro Somá Cambá, de Cabo Verde
Local: Centro Cultural Hermes de Paula (Praça Dr. Chaves, 32, Centro, Montes Claros)
Datas e horários: 08/08/2017, às 19h e 09/08/2017, às 21h
Entrada: R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo