Região Metropolitana de Belo Horizonte

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em Raposos

Suspeito confessou o ato, mas diz que foi de forma consensual, explicou a delegada Karina Oliveira.

Foto: Divulgação/PCMG

Uma investigação da Policia Civil de Minas Gerais (PCMG) referente a estupro de vulnerável, no município de Raposos, Região Metropolitana de Belo Horizonte, resultou na prisão preventiva de Antônio Barbosa da Costa, 65 anos. Ele é suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente de 12 anos, em um matagal no bairro Recanto Feliz. O homem foi preso na quinta-feira (10) e encaminhado ao Sistema Prisional.

Os fatos chegaram à PCMG após a família, acompanhada do Conselho Tutelar, procurar a delegacia para registrar o fato. De acordo com a delegada Karina Resende Oliveira, o crime ocorreu em 16 de maio, no início da tarde, quando a garota aguardava o ônibus para ir à escola. “Os levantamentos apontam que o investigado abordou a vítima, que estaria sozinha no ponto, e a levado para um matagal. Ela relata que foi forçada a manter relações sexuais com o suspeito, sob ameaças de morte e utilização de força física. Que o homem, inclusive, chegou a amarrar um pano na boca dela”, conta a delegada.

Conforme informa Karina Oliveira, o suspeito confessa que praticou ato sexual com a adolescente, mas diz que foi de forma consensual e que ela teria sugerido a relação. “Independentemente disso, por se tratar de menor de 14 anos, temos configurado o estupro de vulnerável. Fizemos todos os levantamentos e pedimos pela prisão preventiva do suspeito”, explica.

De acordo com o que foi apurado pela equipe de investigação, eles não mantém contato, mas o neto dele estuda na mesma escola em que a garota. “Tivemos informação de que o investigado já estaria observando a adolescente”, pontua. Karina Oliveira alerta que se houver suspeita de que o investigado tenha feito outras vítimas, que a Polícia Civil deve ser procurada para o registro da ocorrência e apuração dos fatos.

O inquérito policial já foi remetido à Justiça e o homem indiciado por estupro de vulnerável, crime previsto no artigo 217-A do Código Penal. A pena é de oito a 15 anos de reclusão.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo