Região Metropolitana de Belo Horizonte

Polícia Civil prende gerentes do tráfico de drogas em Ibirité

Para prender suspeitos, foram solicitados mandados de busca e apreensão.

Foto: Divulgação/PCMG

Duas pessoas presas, três balanças de precisão, dois quilos e meio de maconha e alguns plásticos para dolagem de drogas, além de um veículo Ford/Fiesta, produto de roubo. Esse foi o resultado de mais uma operação realizada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), na última quinta-feira (31), para combater e reprimir o tráfico de drogas. Entre os presos estão Douglas Neves da Cruz Ribeiro conhecido como “Passarinho” e Rodrigo Rosa Silva, ambos de 24 anos. A ação aconteceu nos bairros Morada da Serra e Independência, em Ibirité, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

As investigações tiveram início depois que a equipe de policiais recebeu a informação de que gangues estavam se enfrentando pela disputa do tráfico na região. “A guerra entre as organizações criminosas ficou mais intensa após a morte de um dos integrantes dessas quadrilhas, que foi assassinado brutalmente com diversos tiros na cabeça e ainda foi atropelado pelos seus algozes”, destacou. “Os comparsas da vítima, então, começaram a se armar para cometer ataques contra seus rivais”, completou.

Para prender os suspeitos, foram solicitados mandados de busca e apreensão para suas residência, diz delegado Marcus Vinicius Lobo Leite Vieira (Foto: Divulgação/PCMG)

De posse de informações sobre os fatos ocorridos, foram realizados diversos levantamentos e conseguiu-se identificar o local onde estavam sendo guardados materiais ilícitos, como armas e drogas.

De acordo com o delegado Marcus Vinicius Lobo Leite Vieira, responsável pelas investigações, foram solicitados mandados de busca e apreensão para a residência dos suspeitos. “No local encontramos as drogas e o veículo roubado, que já foi restituído à vítima”, destacou. “Esse foi um duro golpe para a quadrilha que teve a gerência do tráfico enfraquecida com a nossa ação”, completou.

As investigações continuam no intuito de identificar a chefia da quadrilha.

Para o Topo
error: Content is protected !!