Capital mineira

Usuário de drogas é apontado como principal suspeito de matar vizinha de 66 anos, em BH

Menos de uma semana após a morte da idosa Elme de Almeida, de 66 anos, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou e prendeu Matheus Gonçalves de Carvalho, 19 anos, suspeito de autoria do crime. Elme foi assassinada com 47 facadas, no dia 16 setembro deste ano, dentro de casa, no bairro Santa Cruz, em Belo Horizonte.

Conforme apurado, Matheus é viciado em drogas e teria cometido o crime para roubar objetos da casa da vítima e trocá-los por cocaína. “Matheus foi a casa da vítima na noite anterior ao crime a pretexto de entregar correspondência, ocasião em que teve a oportunidade de visualizar os bens de valor que haviam na residência da vítima. No dia seguinte, Matheus se aproveitou que estava sozinho em casa, e que a idosa também estava a sós em sua residência vizinha, e atacou Elme com uma faca, desferindo contra ela 47 golpes, inclusive no globo ocular”, relatou a Delegada que coordena o Inquérito Policial Alice Batello.

Ainda de acordo com as investigações, a vítima tentou reagir às agressões sofridas. Durante luta corporal, Elme chegou a ferir superficialmente o suspeito, o que coincide com ferimentos encontrados nas mãos de Matheus.

Imagens de câmera de segurança flagraram o momento em que o suspeito sai da casa da idosa (Foto: Divulgação/PCMG)

Imagens de câmera de segurança flagraram o momento em que o suspeito sai da casa da idosa com os bens roubados, entre eles, uma televisão. Em seguida, ele troca a camisa e a bermuda que estavam sujas de sangue. “Depois disso, Matheus acionou a polícia e inventou que um indivíduo desconhecido teria agredido ele e a vítima”, finalizou a Delegada. Após ser confrontado pelas imagens, o suspeito confessou o crime.

Matheus Gonçalves de Carvalho, 19 anos, suspeito de autoria do crime (Foto: Divulgação/PCMG)

Equipe da Polícia Civil que investigou o caso durante coletiva (Foto: Divulgação/PCMG)

Para o Topo
error: Content is protected !!